Skip to content
Foto da Preta Rara com Lettering

Joyce Fernandes, nascida e criada em Santos, litoral de São Paulo, é mais conhecida como Preta Rara (@pretararaoficial). Rapper, historiadora, feminista e militante do movimento negro, ela tem a trajetória muito parecida com a de tantas outras mulheres negras, de dificuldades e superação de obstáculos. Durante sete anos, trabalhou como empregada doméstica enquanto tentava dar conta da faculdade de História e do sonho de fazer música. Conseguiu, se tornou professora, hoje vive do rap. Em 2016, criou a hashtag euempregadadoméstica no Facebook e colocou para fora as dores que vinha sufocando há anos. Os depoimentos viralizaram, outras mulheres se identificavam e mandavam seus relatos e o “Eu, empregada doméstica” se tornou um projeto com projeção internacional e que luta para escoar as vozes dessas trabalhadoras. Neste vídeo ela compartilha dicas e mostra que é possível transformar as experiências de vida em música, olhar com orgulho para a própria história e compartilhá-las.

3 coisas para aprender nesse vídeo:

1. Exista. Resista. Não desista.

2 . Aproprie-se dos espaços.

3. Orgulhe-se e compartilhe sua história.

Faça parte da conversa